Tamanho do texto
Todo o site em até 6x no cartão
Entregamos em todo o Brasil

CALMAN XAROPE 100ML COM 1 DOSADOR

ASPEN PHARMA

COMPRAR CALMAN XAROPE 100ML COM 1 DOSADOR
R$ 27,39 3x de R$ 9,13
Preço para SP: 27,39
Ansiedade, distúrbios comportamentais do sono na criança, distúrbios neurovegetativos, enurese de origem não orgânica, hipertensões leves, insônias e irritabilidade.
Nome do Produto: CALMAN XAROPE 100ML COM 1 DOSADOR
SKU: 958
Código EAN: 7896317900217
Registro Ministério da Saúde: 1186100170046
Princípio Ativo: Passiflora incarnata L. Crataegus oxyacantha L. Saliz alba L.
Fabricante: ASPEN PHARMA

Mais informações sobre o produto:

Bula

Calman Passiflora incarnata L. Crataegus oxyacantha L. Salix alba L. FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES - CALMAN Drágeas2 - caixa com 20 drágeas2. Líquido (solução oral) - frasco com 100 ml. USO ADULTO E/OU PEDIÁTRICO COMPOSIÇÃO - CALMAN Drágeas2 - cada drágea3 contém: Extrato seco de Passiflora incarnata L. 0,100 g Extrato seco de Crataegus oxyacantha L. 0,030 g Extrato seco de Salix alba L. 0,100 g Excipientes: Lactose, Estearato de Magnésio, Dióxido de Titânio, Talco, Polietilenoglicol, Corante, Copolímero Ácido Metacrílico, Álcool Isopropílico, Acetona, Álcool Absoluto, Amido, Fosfato Bicálcico e Polivinilpirrolidona. Líquido (solução oral) - cada 5 ml (1 colher medida) contém: Extrato fluído de Passiflora incarnata L. 0,50 ml Alcoolato de Crataegus oxyacantha L. 0,35 ml Extrato mole de Salix alba L. 0,25 g Excipientes: Açúcar4, Glicerina, Metilparabeno, Propilparabeno, Ácido Cítrico, Água Destilada e Corante Caramelo. Nomenclatura botânica e parte das plantas utilizadas: Passiflora incarnata L. (Passifloraceae), flores e folhas Crataegus oxyacantha L. (Rosaceae), flores e folhas Salix alba L. (Salicaceae), casca INFORMAÇÕES AO PACIENTE - CALMAN Devido a associação da Passiflora incarnata, Crataegus oxyacantha e Salix alba, CALMAN possui um efeito calmante leve indicado nos quadros de Ansiedade e Distúrbios do sono. A Crataegus oxyacantha possui um efeito de relaxamento sobre a musculatura lisa, com isto, CALMAN pode ser usado nos casos de enurese5 noturna e como coadjuvante nos casos de hipertensão6 leve. CUIDADOS NA CONSERVAÇÃO: O medicamento deve ser conservado ao abrigo do calor excessivo, da umidade, da luz e em temperatura ambiente (entre 15 e 30°C). Prazo de validade: 36 meses após a data de fabricação. Verifique a data de fabricação no cartucho. Não use medicamentos com o prazo de validade vencido. Gravidez7 e Lactação8: Não há contra- indicação no uso por gestantes ou mulheres amamentando. Informe seu médico a ocorrência de gravidez7 na vigência do tratamento ou após o seu término. Informar ao médico se estiver amamentando. CUIDADOS NA ADMINISTRAÇÃO: Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. NÃO INTERROMPER O TRATAMENTO SEM O CONHECIMENTO DE SEU MÉDICO. Reações adversas: CALMAN é bem tolerado e as reações adversas são raras. Informe a seu médico o aparecimento de reações desagradáveis. TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS. INGESTÃO CONCOMITANTE COM OUTRAS SUBSTÂNCIAS: Deve- se evitar o uso de bebidas alcóolicas durante o tratamento com CALMAN. O uso de outros medicamentos com ação sedativa deve ser submetido a orientação médica. CONTRA- INDICAÇÕES: CALMAN está contra-indicado a pacientes com alergia9 aos componentes de sua formulação. Informar seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando antes do início ou durante o tratamento. NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DE SEU MÉDICO, PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE. INFORMAÇÕES TÉCNICAS - CALMAN CALMAN é constituído por extratos de três plantas medicinais que eram tradicionalmente usadas de forma isolada. Ação Farmacológica global de CALMAN: Os três componentes fitoterápicos presentes em CALMAN dão à sua composição um equilíbrio que lhe propicia um melhor efeito farmacológico. Sedação: O efeito sedativo de cada um dos componentes se somam para produzir um sono muito próximo do fisiológico. Controle da Enurese5: O efeito anticolinérgico da Passiflora incarnata somado à diminuição do fluxo plasmático renal10 causado pela Crataegus oxyacantha, induz a uma maior capacidade vesical para um reduzido volume urinário final. ? Passiflora incarnata Conhecida popularmente por maracujá silvestre, possui como substância ativa principal a Passiflorina ou Armano. Desta última substância se originam outros princípios ativos: Armina e o Armolo. Ações no SNC: Atua à nível da medula espinhal, provavelmente por interação com os receptores das endorfinas naturais, diminuindo os estímulos externos que chegam ao SNC. Atua eficazmente na insônia e na hiperexcitabilidade nervosa induzindo um sono próximo ao sono fisiológico. O despertar após o uso da Passiflora é rápido e completo. Não causa a depressão psíquica e a lentidão dos reflexos comuns aos hipnóticos e tranqüilizantes (maiores ou menores). Ações no Sistema Nervoso11 Parassimpático: Tem uma ação anticolinérgica, bloqueando os efeitos da pilocarpina sobre a musculatura lisa intestinal. Esta ação atropínica pode aumentar a capacidade vesical e retardar o reflexo de micção. Além disso, este bloqueio muscarínico pode ser útil na proteção do broncoespasmo12 de origem colinérgica. ? Crataegus oxyacantha Conhecido também como Espinheiro alvar, atua em diversos sistemas do organismo humano. Ações no Sistema Nervoso11 Simpático: Tem ação simpatolítica que dependendo da dose administrada pode produzir um efeito comparável a uma simpatectomia. Tem ação vasodilatadora direta, pois, este efeito se manifesta mesmo quando o vago está bloqueado. A ação simpatolítica pode influenciar a motilidade intestinal produzindo um aumento do número de evacuações, favorecendo algumas vezes o aparecimento de fezes líquidas. Efeitos cardiovasculares: Tem ação cronotrópica e dromotrópica negativa nas fibras musculares cardíacas, apresentando sinergismo potenciativo com os digitálicos. Tem, portanto, uma ação bradicardizante e coronário dilatadora, podendo melhorar o rendimento cardíaco. Efeito no Fluxo Plasmático Renal10: Produz uma diminuição do fluxo plasmático renal10, o que pode acarretar uma baixa taxa de filtração glomerular, reduzindo o volume urinário final, favorecendo a retenção líquida poucas horas após sua administração. Efeitos no SNC: Tem ação sedativa sobre o SNC, o que auxilia o controle da hipertensão6 associada a componentes emocionais importantes. ? Salix alba O Salgueiro alvar ou Salgueiro branco tem como princípios ativos a Salicina e a Saligenina que possuem identidade química incontestável com o Ácido Salicílico. Ações periféricas: Tem ação analgésica, antipirética e antiinflamatória provavelmente por bloqueio da produção de prostaglandinas. Ações no SNC: Permite um controle da hiperexcitabilidade nervosa. Ações antiespasmódicas: É útil no tratamento das cólicas13, principalmente, daquelas que se originam por uma liberacão de prostaglandinas, no caso das dismenorréias. INDICAÇÕES: - CALMAN Ansiedade, Distúrbios comportamentais do sono na criança, Distúrbios neurovegetativos, Enurese5 de origem não orgânica, Hipertensões leves, Insônias e Irritabilidade. CONTRA-INDICAÇÕES: - CALMAN Não são conhecidos, até o momento, relatos de casos de contra- indicações relacionadas ao produto. REAÇÕES ADVERSAS: - CALMAN Ainda não é conhecido o padrão de reações adversas. POSOLOGIA: - CALMAN Drágeas2 Crianças maiores que 5 anos: 1 drágea3, 1 ou 2 vezes ao dia. - CALMAN Adultos: Insônia e irritabilidade leve: 1 a 2 drágeas2, 1 ou 2 vezes ao dia. Estados depressivos acentuados e insônia rebelde: 2 a 4 drágeas2, 1 ou 2 vezes ao dia. - CALMAN Líquido (solução oral) Irritabilidade e insônia Lactentes1: 2,5ml, 1 ou 2 vezes ao dia. - CALMAN Crianças de 2 a 5 anos: 5ml, 1 ou 2 vezes ao dia. - CALMAN Crianças maiores de 5 anos: 10ml, 1 ou 2 vezes ao dia. - CALMAN Adultos e adolescentes: 15ml a 20ml, 1 ou 2 vezes ao dia. - CALMAN Advertências e recomendações para pacientes14 com idade superior a 65 anos: - CALMAN Até o momento, não há relatos de reações adversas em pacientes acima de 65 anos. "PRODUTO EM ESTUDO PARA AVALIAÇÃO CIENTÍFICA DAS INDICAÇÕES TERAPÊUTICAS E DA TOXICIDADE." CALMAN - Laboratório ATIVUS Rua Fonte Mécia, 2050 - São Pedro Valinhos/SP - CEP: 13270-000 Tel: (19) 3849 8600 Site: http://www.ativus.com.br/
Painel do Usuário Página Inicial