Tamanho do texto
Todo o site em até 6x no cartão
Entregamos em todo o Brasil

EUGERIAL 30 MG CAIXA 30 COMPRIMIDOS REVESTIDOS

BAGO

COMPRAR EUGERIAL 30 MG CAIXA 30 COMPRIMIDOS REVESTIDOS
de R$ 45,51 por R$ 40,96 3x de R$ 13,65
Preço para SP: 40,96

Desculpe-nos, nosso estoque para este produto esta esgotado.

Deficiências neurológicas isquêmicas.
Nome do Produto: EUGERIAL 30 MG CAIXA 30 COMPRIMIDOS REVESTIDOS
SKU: 1518
Código EAN: 7898906376113
Registro Ministério da Saúde: 1562600060011
Fabricante: BAGO
SAC Fabricante: 0800-282-6569
E-mail Fabricante: SAC@BAGO.COM.BR

Mais informações sobre o produto:

Bula

EUGERIAL Composição - EUGERIAL cada comprimido revestido contém: nimodipina 30mg. Excipientes: amido de milho, celulose microcristalina, estearato de magnésio, opadry II, opadry II clear, povidona reticulada, povidona, corante vermelho. Posologia e Administração - EUGERIAL a dose será adaptada ao quadro clínico e a evolução de cada paciente. Como posologia de orientação, aconselha- se: 1 comprimido, duas a três vezes por dia, longe das refeições (pelo menos 1 hora antes ou 2 horas depois). Em alguns casos (por exemplo, hemorragia1 subaracnóidea provocada por ruptura espontânea de aneurismas cerebrais) pode-se utilizar 2 comprimidos de 60 mg de nimodipina de quatro a seis vezes por dia. O intervalo entre as tomadas nunca deve ser inferior a 4 horas. - Superdosagem: nos casos de intoxicação aguda, pode-se esperar queda acentuada da pressão arterial, acompanhada de taquicardia2 ou bradicardia3. Se decorrente de ingestão oral, recomenda-se lavagem gástrica4 imediata, acrescida de carvão. Para o tratamento da hipotensão arterial5, administrar dopamina, noradrenalina ou substâncias simpaticomiméticas. Perfusão de gluconato de cálcio parece indicada. Não existe antídoto6 específico. Pacientes idosos: recomenda-se muita cautela em pacientes idosos com insuficiência7 de múltiplos órgãos: insuficiência renal8 grave (clearance < 20 ml/min) e insuficiência cardíaca9 grave. Precauções - EUGERIAL a nimodipina pode provocar queda da pressão arterial em pacientes previamente hipertensos ou intensificar os efeitos de medicamentos hipotensores. Deve- se monitorar cuidadosamente a pressão sanguínea e a freqüência do pulso em pacientes com função hepática deficiente, já que o metabolismo10 da droga pode estar diminuído em tais pacientes. Nestes pacientes, a dose inicial de nimodipina deve ser reduzida. Como a toxicidade da nimodipina durante a gravidez11 ainda não foi estudada, devem ser bem consideradas as vantagens e os riscos de uma eventual administração durante esta condição. Recomenda-se muita cautela em pacientes idosos com insuficiência7 de múltiplos órgãos: insuficiência renal8 grave (clearance < 20 ml/min) e insuficiência cardíaca9 grave. Cuidado no uso em pacientes com hipotensão12 grave (PAS < 90 mmHg). - Interações medicamentosas: nos pacientes com pressão arterial elevada, em uso de drogas anti-hipertensivas, a nimodipina pode potencializar o efeito anti-hipertensivo. A associação a outros antagonistas de cálcio ou a alfametildopa deve ser evitada sempre que possível. Entretanto, se for imprescindível recorrer a tal associação, deve-se manter o paciente sob rigorosa vigilância. A administração associada de anticonvulsivantes (fenobarbital, fenitoína, carbamazepina) pode aumentar a concentração plasmática de nimodipina, não se recomendando este tipo de associação. A função renal13 pode deteriorar-se durante o tratamento concomitante com drogas potencialmente nefrotóxicas e em pacientes com esta função já comprometida. A função renal13 deve ser cuidadosamente monitorizada nestes casos, e a interrupção do tratamento deve ser considerada. A concentração de nimodipina no sangue14 pode aumentar quando cimetidina ou ácido valpróico forem administrados simultaneamente. Informações adequadas sobre o uso simultâneo com neurolépticos e antidepressivos não estão disponíveis. Reações adversas - EUGERIAL nas doses terapêuticas, a nimodipina é habitualmente bem tolerada. Em alguns pacientes pode evidenciar- se ligeira queda da pressão arterial. A bibliografia internacional registra distintas reações adversas em uma baixa porcentagem de pacientes: cefaléia15, avermelhamento da pele, sensação de calor, sudorese16, enjôos, náuseas17, vômitos18, prurido19, retenção hidrossalina, palpitações20, hipertensão arterial21, anemia22, trombocitopenia23, hemorragia1 gastrintestinal, hematomas, icterícia24, hepatite25, respiração difícil, confusão e aumento de vasoespasmo. Com doses muito elevadas (90 mg ou mais a cada 4 horas) foram descritos alguns casos de deterioração neurológica, insuficiência cardíaca congestiva26, coagulação intravascular disseminada e tromboses das veias27 profundas. Foram descritos raros casos de aumento das transaminases hepáticas (TGP, fosfatase alcalina e LDH), diminuição da natremia e aumento da glicemia28 em algumas. Contra-Indicações - EUGERIAL reconhecida hipersensibilidade ao princípio ativo do produto ou a qualquer um dos excipientes. Insuficiência hepática29 grave (cirrose30). Indicações - EUGERIAL isquemia31 cerebral; transtornos isquêmicos em pacientes com hemorragia1 subaracnóidea pós- ruptura de aneurismas congênitos; demência32 senil; déficits neurológicos na memória, concentração e atenção; vertigens33; enjôos; acúfenos. Apresentação - EUGERIAL embalagens contendo 30 comprimidos revestidos. EUGERIAL - Laboratório BAGO Rua Cônego Felipe 365. Taquara. Rio de Janeiro/RJ - CEP: 22731 010 Tel: (21) 2159 2600 Fax: (21) 2159 2604 Email: sac@bago.com.br Site: http://www.bago.com.br/ SAC: 0800 2826569
Painel do Usuário Página Inicial